Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2014

Eu sou tudo o que vivi até aqui.

Imagem
Eu sou as alegrias e tristezas que passei, Eu amores e desamores que vivi. Sou lutas, batalhas, guerras, escolhas certas e erradas, atitudes ou falta delas, sorrisos, choro, saudade, abraços, beijos, cheiros, dengo, conquistas, derrotas, amizades, conversas, prazer, danças, letras de músicas, som, cheiros, paisagens, toques... mas o melhor de tudo ainda não sou tudo. Sou um livro com capítulos ainda em páginas brancas esperando para ser escrito e vivido. Das coisas que já vivi, pessoas ficaram longe, outras se aproximaram, novas amizades verdadeira surgiram, novas trilhas sonoras se formaram com o tempo. E mesmo depois de minha morte tenho que certeza que minha historia terá continuidade pela herança que deixo na memória de meu filho e dos meus amigos queridos. Quero continuar a vida de maneira tranqüila, com amor, paz, alegria, saúde, carinho recebido e compartilhando, pensando positivamente sempre, com fé e à certeza de que dias melhores sempre vão existir. Em pouco tempo terei vivi…

Música pra levantar nosso astral!!! Positividade sempre!

Não Chore Meu AmorNatiruts Não chore meu amor tudo vai melhorar
Não fique tão aflita se algo desandou
Vamos pedir proteção à mãe natureza
Para que o brilho do amor
Possa em nossa vida chegar
E que a força da paz, luminosos astrais
Estejam sempre perto da gente
Para a tormenta o vento forte levar
Do universo vem nossa força
Não estamos juntos á toa

Traz o good weed que é pra gente voar Joga o sorriso no ar
E faça toda a noite brilhar
Joga a tristeza pro ar Eu digo não chore meu amor
Que a lua brilhou no escuro do céu
Que o som acalenta teu corpo cansado
Que o sonho da gente não morre jamais
Na guerra ou na paz
Aqui resta esperança sem fim
Aqui resta um guerreiro de paz

E a lágrima quente numa noite fria
Santa liberdade não chore meu amor
É tanta água no teu olho
Estrelas e luas o mar pescadores de Iemanjá Quando a terra se fez o chão da vida
E a floresta morada do sagrado
Oceano de fogo congelado
Um pedaço de lua um pedaço de luz
Numa noite preta as mensagens do sol
As origens da saudade Lá fora m…

Trabalho

Imagem
O ano começou com muito trabalho graças a Deus. Afinal de contas o trabalho consagra o homem. Quando temos um oficio digno, pedimos a Deus para trabalhamos da melhor forma possível e realizar-lo de maneira humilde e com bondade. Quando buscamos um ofício para os nosso dias, temos que buscar algo que nos deixe feliz, para então levantamos todos os dias com orgulho daquilo que iremos realizar. Quando isso não é  possível temos que ser grato, pelo emprego que temos afinal de contas ele paga nossas contas e torna possível realizar metas e objetivos futuros seja ele profissional ou pessoal. E esse ano de 2014 é o ano das possibilidades. Então vou te indagar, você faz o que gosta. Se não, o que faz para chegar onde deseja, que viajar, curtir varias festas, fazer um curso, então o que você para realizar tudo isso. Lute, tenha fé, mas não fique ai parado. Pouca fala e mais ação.E seja grato. Sempre.

Página Um/Dia 2

Imagem
Então por onde começar, vamos pelos desejos que queremos para esse ano, primeiramente saúde, para termos força e garra de correr atrás de nossos objetivos e enfrentamos os desafios que irão surgir nesse ano de 2014. Começa de ano, termos o início por uma Data comemorativa que poucos lembram e (se lembram) não entende seu significando Dia Mundial da Paz. Quando pedimos paz mundial não estamos falando apenas da paz entre povos e nações, mais paz de espirito, paz nos nossos lares e corações. Que possamos viver os próximos 364 dias do ano em paz consigo mesmo e com ambiente que estamos inseridos e possamos levar paz aos nossos amigos e familiares, construindo assim não só nossa paz, mas do próximo também. A partir da paz é que iremos criar outros sentimentos como Amor, serenidade, bondade, sabedoria... Vou parar por aqui. Já estou em casa, nesse dois de Janeiro de 2014. Incrível fui recebida em Fortaleza com chuva e muito trabalho pela frente graças a meu maravilhoso Senhor.